EM DESTAQUE

Apac: alerta de chuvas moderadas a fortes

Olhando o céu à espera de chuva
G1 PE - Aviso é válido até o fim da tarde da quarta (31). Defesa Civil da capital pernambucana recomenda que moradores de áreas de risco procurem abrigo em locais seguros, em caso de necessidade. A agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu, na tarde desta terça-feira (30), um novo alerta para chuvas com intensidade de moderada a forte na Zona da Mata e na Região Metropolitana do Recife (RMR). Emitido às 17h40, o aviso é válido até o mesmo horário da quarta-feira (31).

No Recife, a Defesa Civil do município recomenda que moradores de locais de risco procurem abrigo em locais seguros, em caso de necessidade. O órgão mantém um plantão permanente de 24 horas, podendo ser acionado através do telefone 0800 081 3400. A ligação é gratuita.
 
Estado de emergência 


Desde a quinta (25), a Mata Sul e o Agreste de Pernambuco têm registrado um volume intenso de chuva. Além de causar três mortes, registradas nos municípios de Lagoa dos Gatos, na Zona da Mata, e em Caruaru, no Agreste, as enchentes provocaram alagamentos e deslizamentos de barreiras, deixando mais de 44 mil pessoas desalojadas no estado. Diante dessa situação, o governador Paulo Câmara assinou, nesta terça (30), um decreto que determina estado de emergência em 24 municípios:

Caruaru
• Ipojuca
• Joaquim Nabuco
• Jurema
• Lagoa dos Gatos
• Primavera
• Quipapá
• Sirinhaém
• Tamandaré
• Xexéu
• Belém de Maria
• Gameleira
• Palmares
• Amaraji
• Maraial
• Ribeirão
• Cortês
• Barra de Guabiraba
• São Benedito do Sul
• Rio Formoso
• Catende
• Água Preta
• Jaqueira
• Barreiros 

Nesta terça (30), o Ministério da Integração Nacional anunciou o envio de cerca de R$ 32 milhões, até o fim da semana, para os governos estaduais de Alagoas e Pernambuco. A verba será destinada a ações emergenciais nas cidades atingidas por chuvas fortes nas últimas semanas. 

No domingo (28), o presidente Michel Temer veio a Pernambuco e, após reunião com o governador Paulo Câmara, autorizou o envio de ajuda humanitária para atender os moradores de cidades pernambucanas prejudicadas pelas chuvas que caíram na Mata Sul e no Agreste do estado. Temer se comprometeu, ainda, com a liberação de uma linha de crédito de R$ 600 milhões, junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para obras no estado.

Solidariedade

Para ajudar as famílias que perderam praticamente tudo nas enchentes, diversas instituições e entidades realizam arrecadação de alimentos não perecíveis e objetos de higiene pessoal. Há pontos de coleta no Recife, em Olinda e nos 15 campi do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

Entenda as fortes chuvas

No Nordeste, as chuvas ocorrem por causa de um fluxo de vento que vem do oceano carregado de ar úmido, formando nuvens carregadas na costa e na Zona da Mata. De acordo com o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, trata-se de um sistema chamado onda de leste, comum nesta região no outono e inverno.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário