EM DESTAQUE NO BLOG

Novas habilitações têm QR code para checar veracidade do documento


IMG_2631
Além do nome, da foto, da data de nascimento e outras informações que já constavam na carteira de motorista, os novos documentos emitidos a partir de 1º de maio deste ano trazem também um QR code. É aquele desenho quadriculado em preto e branco que pode ser lido como um código de barras. Trata-se um novo dispositivo de segurança, com o objetivo de evitar falsificações e dar mais praticidade na identificação dos motoristas.

Qualquer pessoa, por meio de um aplicativo no telefone celular integrado ao Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach), poderá fazer a leitura do QR code, impresso na parte de traz do documento. Será aberta uma janela com os dados do motorista, inclusive a foto. Assim, será possível atestar se o documento é verdadeiro ou não. A principal falsificação nas carteiras de motorista atualmente é a alteração da foto, com a manutenção dos demais dados.

Segundo o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Vicenzi, já foram emitidas 300 mil carteiras de motorista com o QR code desde 1º de maio. O aplicativo Lince, desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), permite inclusive o uso sem acesso à internet. No caso dos agentes de trânsito, também será possível em breve checar dados sobre o veículo e as infrações de trânsito cometidas. 

Além de ser obrigatória para dirigir um veículo, é comum o uso da carteira de motorista como substituto do documento de identidade e do CPF.

Facilita para toda a sociedade, tanto para aquele que confere a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), ou seja, os agentes de fiscalização, de segurança pública, quanto todo o empresário, uma vez que a carteira de motorista é um dos principais documentos de identificação civil — explicou Vicenzi.

A novidade foi apresentada nesta terça-feira pelo Ministério das Cidades, pelo Denatran, que é vinculado à pasta, e pelo Serpro. A introdução do QR code atende uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). À medida que houver a renovação da carteira, todos os motoristas terão o QR code em seus documentos. Eventuais custos adicionais para emissão da carteira serão definidos por cada Departamento de Trânsito (Detran) estadual.

— A taxa da carteira de motorista é regulamenta estadualmente e, por parte do Denatran, não há qualquer custo — disse Vicenzi.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário