EM DESTAQUE

Pai apagava cigarros na filha mantida em cativeiro por dois anos

Uma jovem, de 21 anos, de Mogi das Cruzes, foi libertada depois de ter sido mantida em cárcere privado pelo próprio pai por ao menos dois anos. 
 
 O caso foi denunciado à Polícia Militar na quinta-feira (11). A moça afirmou que estava trancada no interior da casa sem ter contato com ninguém. Ela disse que passou fome e foi maltratada e que até cigarros eram apagados na sua pele. 
 
A jovem contou ainda que está com o pai desde que a mãe faleceu em 2006 e que desde os 12 anos não frequenta a escola. De acordo com o G1, o pai, um segurança de 46 anos, foi preso por sequestro e cárcere privado. Segundo a polícia, ele confessou que mantinha a filha trancada no interior da residência para evitar que ela mantivesse relação sexual com homens desconhecidos e disse que precisava trabalhar. 
 
Como não apresentou advogado, o caso será encaminhado à Defensoria Pública. Os policiais foram até o endereço e encontraram a vítima trancada no interior da casa sem iluminação e em condições impróprias na tarde de quinta-feira. Segundo a polícia, todas as portas estavam trancadas. A polícia localizou o pai da garota na Rua Thuller, no Jardim Universo, em Mogi das Cruzes. Ele foi levado até a casa. Os policiais abriram a porta e libertaram a vítima. Testemunhas, vítima e o pai foram encaminhados ao 2º Distrito Policial.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário