EM DESTAQUE NO BLOG

Chuva provoca transtornos em Olinda e Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife

casa-caiada-olinda
No bairro de Casa Caiada, em Olinda, alagamento prejudicou mobilidade dos moradores da Rua Caetano Ribeiro (Foto: Reprodução/WhatsApp) - Mesmo sem estarem na lista dos municípios em estado de emergência, cidades também tiveram alagamentos, quedas de árvores e deslizamentos de barreira.
 
Do G1 PE - As chuvas que caíram em Jaboatão dos Guararapes e em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), causaram transtornos como alagamentos, deslizamentos de barreiras e quedas de árvores nesta quarta-feira (31). As duas cidades registraram, ao todo, 52 ocorrências, mas não houve vítimas em nenhuma delas.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima, o município de Jaboatão dos Guararapes acumulou, das 4h às 16h desta quarta (31), 95 milímetros de chuva. Em Olinda, o acumulado foi de 88mm. Às 17h, o órgão emitiu um alerta para chuvas de intensidade moderada e ocasionalmente forte para a RMR e a Zona da Mata Sul.

Em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, equipes de defesa Civil do município notificaram 50 chamadas durante a tarde desta quarta-feira (31). Desse total, 23 foram de deslizamentos de encostas. O caso mais grave aconteceu no bairro de Jardim Dois Carneiros, em que uma encosta deslizou e atingiu uma residência.

A casa, na Segunda Travessa da Rua 20, estava vazia desde abril, quando foi interditada pela Defesa Civil. “Proibimos a moradia na casa de cima da barreira e na habitação que fica embaixo também”, afirmou o superintendente do órgão de Defesa Civil da cidade, coronel Marcos Antônio da Silveira Alves. Segundo ele, os outros registros foram de queda de árvore e colocação de plásticos para proteger barreiras.
 
Olinda


Em Olinda, a Defesa Civil registrou duas ocorrências, mas atendeu, até as 14h desta quarta (31), 160 solicitações de instalação de lonas, vistorias em imóveis e vistorias em árvores com risco de queda. O caso mais grave na cidade, até o início da tarde desta quarta-feira (31), era a queda de um muro de uma residência, localizada na Primeira Travessa da Comunicação, no bairro de Passarinho. Não houve vítimas. A Defesa Civil da cidade informou também que houve alagamentos em trechos da Avenida Presidente Kennedy, na área do canal dos Bultrins, além dos bairros de Salgadinho e Ouro Preto.

Através do WhatsApp da TV Globo, moradores do município enviaram queixas de alagamentos em outros bairros olindenses, como Cidade Tabajara e Casa Caiada. "Tem piorado a cada ano. A área tem calçamento, mas sempre que chove, fica desse jeito", reclama a moradora da Rua Caetano Ribeiro, Josiane Silva.

Entenda o caso
 
Desde o final de semana, chuvas fortes atingem várias regiões do estado, provocando enchentes de rios e deslizamentos de barreiras. Cinco pessoas morreram, sendo duas no Recife, uma em Caruaru e duas em Lagoa dos Gatos.

De acordo com dados do governo do estado, o número de desabrigados e desalojados já chega a 55,1 mil. Na terça-feira (30), o governo do estado decretou emergência em 24 cidades pernambucanas. No domingo (28), o presidente da República, Michel Temer, veio ao Recife e autorizou o envio de ajuda humanitária. Ele ainda se comprometeu com a liberação de uma linha de crédito de R$ 600 milhões, junto ao BNDES, para obras no estado.  

Solidariedade

Para ajudar as famílias que perderam praticamente tudo nas enchentes, diversas instituições e entidades realizam arrecadação de alimentos não perecíveis e objetos de higiene pessoal. Há pontos de coleta em vários municípios.

Entenda as fortes chuvas

No Nordeste, as chuvas ocorrem por causa de um fluxo de vento que vem do oceano carregado de ar úmido, formando nuvens carregadas na costa e na Zona da Mata. De acordo com o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, trata-se de um sistema chamado onda de leste, comum nesta região no outono e inverno. 
Arte chuvas em Pernambuco - 31 de maio (Foto: Arte/G1)
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário