Cigarro mata 7 milhões de pessoas por ano e levará a bilhões de mortes até o final do século

Do Daily Mail - De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o hábito de fumar atualmente mata sete milhões de pessoas por ano – quase o dobro do número registrado em 2000. Especialistas enfatizaram que esse número continuará aumentando se leis mais rígidas não forem aplicadas. Espera-se que mais de 1 bilhão de mortes relacionadas ao cigarro sejam registradas até o final do século. Os números surpreendentes oferecidos pela OMS mostram que o tabaco é agora a principal causa de mortes evitáveis em todo o mundo. A obesidade ficou em segundo lugar.

Os especialistas enfatizam que o número de mortes seguirá aumentando se leis e regulações mais rígidas sobre o consumo de cigarro não forem aplicadas nos países em desenvolvimento, onde 80% das mortes relacionadas ao tabagismo ocorrem. Em um relatório divulgado recentemente, a OMS disse estimar que mais de um bilhão de mortes associadas ao cigarro ocorrerão até o final deste presente século. O hábito notoriamente ruim é conhecido por provocar doenças cardíacas e cânceres, especialmente de pulmão.

“O tabaco exacerba a pobreza, reduz a produtividade econômica, contribui para escolhas alimentares ruins e polui o ar”, disse Margaret Chan, chefe da OMS. Oleg Chestnov, diretor assistente geral da OMS, acrescentou que uma das medidas de controle de tabaco menos utilizadas é também uma das mais eficientes: “o aumento do imposto sobre o cigarro e dos preços”.

O novo relatório sugere que a verdadeira escala de mortes é ainda pior do antes se pensava, com grande parte das estimativas se aproximando da marca de seis milhões. O artigo mostrou ainda que cerca de 890 mil das mortes totais foram causadas por exposição ao fumo (fumo passivo) – que pode causar acidentes vasculares em adultos e síndrome de morte súbita infantil em crianças, por exemplo. No mês passado, um estudo internacional publicado no periódico The Lancet, mostrou que o tabagismo matou 6,4 milhões de pessoas apenas em 2016.

A OMS, por outro lado, alertou que até 2030, o cigarro irá matar mais de um terço da população mundial, devido às taxas globais de fumantes que não param de crescer. Mais de 80% dessas mortes ocorrerão em países em desenvolvimento, uma vez que as empresas de cigarro conseguem regulamentações mais flexíveis nessas regiões. O projeto World Tobacco No Day estimou que o fumo custa ao mundo cerca de 1,4 trilhão de dólares, em termos de custo de saúde e perda de produtividade, o equivalente a quase 2% do PIB mundial.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário