Lutador de MMA espanca a namorada e é condenado à prisão perpétua

Um dos casos recentes mais brutais de violência doméstica no mundo esportivo teve desfecho nesta segunda-feira. War Machine, ex-lutador do UFC e do Bellator, as duas principais organizações de MMA, foi condenado à prisão perpétua pela Justiça dos EUA, por agressão à ex-namorada, a atriz pornô Christy Mack, e a um amigo dela, Corey Thomas. War Machine, apelido de Jon Koppenhaver no mundo das lutas, poderá sair da cadeia em liberdade condicional depois de 36 anos de prisão. Ele foi considerado culpado em 29 das 34 acusações de delito no caso de agressão, que ocorreu em 2014. 
 
O ex-lutador estava preso desde agosto de 2014, sete dias depois do ataque à ex-companheira, estrangulada e brutalmente socada pelo então namorado. War Machine estava foragido e foi capturado pela polícia em Simi Valley, na Califórnia. Enquanto estava na prisão aguardando o julgamento, tentou suicídio. Aos 35 anos, o ex-lutador declarou recentemente que se converteu à religião e planejava se desculpar com Christy Mack no futuro. Ele ainda ressaltou que estava ‘alegre’ pela condenação, em março passado.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário