EM DESTAQUE

Deputados se pronunciam sobre possibilidade de fechamento de hospitais do RN

kelps grito
Em pronunciamento na sessão desta terça-feira, na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) criticou o Governo do Estado pela intenção de fechar sete hospitais regionais no Rio Grande do Norte. Kelps se refere ao TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado pelo Governo com o Ministério Público do Trabalho, Procuradoria de Justiça e Ministério Público, que recomenda a elaboração de um cronograma de desativação dos hospitais definidos em um plano de revisão, no prazo não superior a 120 (cento e vinte) dias, ou transferência da estrutura física das unidades desativadas para entes municipais.

“Eu acho que tem que ter um reordenamento em torno dos hospitais regionais”, afirmou Kelps, estranhando a forma como foi anunciada a decisão, sem discussão com a Assembleia Legislativa, com os municípios e com a sociedade. “O Governo quer transformar os hospitais em UBS (Unidade Básica de Saúde), mas as UBS são geridas pelos municípios. O governador perguntou aos prefeitos?”, questionou o parlamentar, lembrando que um TAC só assina quem quer, e adiantando que os municípios que poderão ter seus hospitais regionais fechados são Canguaretama, Caraúbas, João Câmara, Acari, São Paulo do Potengi, Angicos e Apodi.

Segundo Kelps, a população de Canguaretama fará mobilização na sexta-feira, e hoje em São Paulo do Potengi e Apodi as pessoas já estavam na frente das unidades de saúde no começo da tarde desta terça-feira. Kelps ressaltou que a Assembleia Legislativa deverá dar início a discussões sobre o assunto, propondo que a Comissão de Saúde convoque os órgãos envolvidos para uma reunião. “A Assembleia pode ter um papel importante para ajudar a encontrar uma saída para o problema”, sugeriu Kelps.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva Divulgação

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário