EM DESTAQUE NO BLOG

Morre em Goiás um dos bandidos mais procurados pela Polícia do Ceará e de outros seis estados

Imagem
O Câmera - Bandido foi preso no Ceará após sequestrar um empresário em Mossoró, em 2004. Um dos bandidos mais procurados pela Polícia do Ceará, por envolvimento em sequestros de grandes empresários locais, ataques a bancos e carros-fortes, está morto. Trata-se de César Almeida de Carvalho, 44 anos, o “Alemão” ou “Aleijado”. Mesmo sendo cadeirante, o criminoso era apontado como um dos delinquentes mais perigosos do país. Operava armas de grosso calibre, como fuzis e até metralhadoras de calibre ponto 50, artefato antiaéreo. 

O bandido foi morto numa operação da Polícia Civil do Estado de Goiás. Ele era caçado também naquele estado onde sua quadrilha praticou diversos ataques a carros-fortes, matando vigilantes e roubando grandes somas em dinheiro. 

A morte do assaltante aconteceu na última quarta-feira (5), mas somente foi divulgado hoje (7) até que as autoridades confirmassem a identidade do bandido. “Alemão” estava escondido numa residência no bairro Setor Veiga, na periferia da cidade de Aparecida de Goiânia, onde planejava os próximos ataques de seu bando; Durante a operação, “Alemão” e um comparsa, identificado como Valdenir dos Anjos Martins, 36, reagiram a tiros no momento em que a casa foi cercada pelos policiais civis que estavam ali para cumprir mandados de prisão. Os dois foram baleados e mortos. 

Segundo a Polícia de Goiás, um dos grandes assaltos comandados por “Alemão” naquele estado aconteceu em 2014, na rodovia federal BR-153, entre as cidades de Morrinhos e Goiatuba. Na ocasião, “Alemão” e seus liderados atacaram um carro-forte e o explodiram, causando a morte de três vigilantes. “O primeiro era o chefe da quadrilha. Ele era cadeirante e responsável por operar um fuzil .50 que fazia os veículos de transporte de valores parar. O segundo fazia a segurança de do César e também integrava a quadrilha”, explicou o delegado Alex Vasconcelos. 

Preso no Ceará
No Ceará, o bandido tinha mandado de prisão preventiva decretada e figurava na página de procurados no site da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O delegado da Polícia Civil do Ceará, Luiz Carlos Dantas, do Departamento de Inteligência Polícia, lembra de ter comandado a operação na Grande Fortaleza que resultou na prisão do bandido em janeiro de 2005, após “Alemão” ter comando o sequestro do empresário mossoroense Francisco de Assis Silva, o “Assis da Usibras”, então com 61 anos de idade. 

Aquele foi um dos sequestros mais longo da história policial do Rio Grande do Norte. O empresário foi arrebatado pela quadrilha de “Alemão” em dezembro de 2004, quando fazia Cooper no bairro Aeroporto, em Mossoró (RN), e passou 36 dias acorrentado numa cama em um cativeiro montado em um pequeno casebre na localidade de Sítio Ribeiro, na zona rural do Município de Pindorama, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Foi lá que o chefe da quadrilha acabou preso numa operação comandada pelo delegado Dantas. No local da prisão, os policiais cearenses encontraram coletes da Polícia Federal, usados no dia do sequestro, munição para pistolas e fuzis AR-15, e uma filmadora. “Alemão” era natural do Município de Castro Alves, na Bahia, mas tinha mandados de prisão no Ceará, Pernambuco, Sergipe, Bahia, São Paulo, Espírito Santo e Goiás.

Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário