EM DESTAQUE

Temer cogita implementar novo sistema de governo apenas com aprovação do Congresso

Temer cogita implementar novo sistema de governo apenas com aprovação do CongressoO presidente Michel Temer cogita abrir mão de parcela do seu poder para implementar o semipresidencialismo no Brasil "imediatamente", se Congresso aprovar a medida. A proposta foi feita pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, em palestra em São Paulo. De acordo com a colunista Cristiana Lôbo, do G1, Temer se inspira nos sistemas francês e português de semipresidencialismo. 

O ministro Moreira Franco (Secretaria-Geral), a mudança ajudaria o país a sair da crise de instabilidade política que vive hoje. "Nesse sistema, nenhum governo é capaz de formar maioria no Congresso.  É preciso um novo sistema; é preciso uma árvore nova, porque uma árvore podre nunca dá bons frutos", disse, lembrando que elementos do sistema parlamentarista já são adotados no país, como o orçamento impositivo. 

A avaliação do governo, segundo a colunista, é que dificilmente o Congresso aprovará a reforma política até 7 de outubro. A mudança no sistema seria "a grande reforma" que deputados e senadores não conseguem fazer. Segundo Mendes, no modelo semipresidencialista, o presidente da República teria o papel de chefe de Estado e a prerrogativa de indicar ministros dos tribunais superiores. O primeiro-ministro, por sua vez, seria escolhido pelo presidente para chefiar o governo, e precisaria formar maioria parlamentar para o governo.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva Divulgação

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário