115 pessoas nuas se reúnem em frente ao Museu Nacional para manifesto

Sob o forte sol deste sábado (2/9), 115 homens e mulheres ficaram nus em frente ao Museu da República para a fotona. O registro fotográfico de Kazuo Okubo tinha como objetivo mostrar que corpos sem roupa podem ser importantes manifestações artísticas. A marca de 115 homens e mulheres configura um recorde: o maior nu artístico do Centro-Oeste. Para os organizadores, a “Fotona”, como o projeto ficou conhecido, reafirma “os corpos enquanto ferramentas de manifestação artísticas, culturais e políticas”.

Enquanto os modelos se deitaram próximos à rampa do museu, Okubo subiu em um guindaste. A 20 metros de altura, ele dirigiu a cena com o auxílio de um alto falante e realizou as fotos. A imagem, que integra o festival Cena Contemporânea, foi idealizada após o artista Maikon K ser detido pela Polícia Militar enquanto executava uma performance no local. Em DNA do DAN, ele ficava nu dentro de uma bolha e, para as autoridades locais, o ato representava atentado ao pudor.
 

Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário