EM DESTAQUE

À espera de milagre, governo caça votos nos corredores para aprovar reforma

O presidente Michel Temer intensificou a pressão sobre a base aliada na Câmara com o discurso de que o cenário mudou e é favorável para a votação da reforma da Previdência. Mas a realidade parece bem diferente da percepção do Planalto. Ainda há muita resistência de aliados para votar o texto neste ano, como querem os governistas.

Nunca foi tão importante estar bem informado.Sua assinatura financia o bom jornalismo. Segundo levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que está dentro da Câmara tabulando esses apoios, o governo tem hoje em torno de 240 votos favoráveis à reforma. Mas são necessários no mínimo 308 votos para aprovar uma proposta de emenda à Constituição (PEC).

No desespero, o governo faz um corpo a corpo nos corredores da Câmara em busca de apoio. Eram 18h30 desta terça-feira (5) e um dos vice-líderes do governo, Beto Mansur (PRB-SP), abordava parlamentares em um trabalho de convencimento – ele é o "homem da planilha", que computa os votos. A Gazeta do Povo acompanhou um trecho desse périplo em busca do voto que o governo não tem.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário