WEB - MIX SV

EM DESTAQUE

Morre, aos 98 anos, a atriz Eva Todor

Do UOL - Morreu em casa às 8h50 deste domingo (10) a atriz Eva Todor, aos 98 anos. A causa da morte foi pneumonia. A atriz será cremada, e o velório será realizado na segunda-feira (11), das 9h às 11h, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Com mais de 80 anos de carreira no teatro e na TV, Eva sofria de Mal de Parkinson e Alzheimer, além de problemas cardíacos, e vivia reclusa em sua casa, na Zona Sul do Rio. G1/RJ! Ela esteve internada na Casa de Saúde São Jose, no Humaitá, Rio de Janeiro. Todor recebeu alta médica em setembro, mas voltou a ter complicações.  
 
O mais recente trabalho dela na televisão foi como a personagem Dália, em "Salve Jorge", de Gloria Perez, em 2013. Era era viúva e não tinhas filhos.

Explosão no teatro e a estreia na televisão
 
Cedoc/Globo
Eva Todor em "Locomotiva" (1977), da TV Tupi Imagem: Cedoc/Globo.
 
Húngara, a atriz Eva Fodor Nolding, ou simplesmente Eva Todor, começou sua carreira precocemente como bailarina. Aos 4 anos, ela foi matriculada em aulas de balé clássico na Ópera Real de seu país natal. De origem judia, a família da atriz emigrou para o Brasil durante a sua infância, onde ela seguiu praticando dança. Com apenas 9 anos, Todor já havia se apresentado no Teatro Municipal de São Paulo. “Não decidi ser atriz. Decidiram por mim. Meus pais, como bons húngaros, tinham a mania de arte e achavam que toda pessoa devia ter uma educação ligada à arte”, relembrou Eva em entrevista ao projeto Memória Globo.

A atriz iniciou a carreira artística no teatro. O sucesso nos palcos fez com ela fosse convidada para seu primeiro filme, "Os Dois Ladrões" (1960), de Carlos Manga. A estreia na televisão aconteceu no ano seguinte pela TV Tupi em "As Aventuras de Eva". Seu primeiro trabalho na Globo foi em 1977 em "Locomotiva" na faixa das sete. "Atuei em uma peça chamada Rendez-Vous, em que fazia seis ou sete papéis. Era muito engraçado. Eu fazia uma inglesa, uma grã-fina, uma porção de coisas. E estavam querendo levar Locomotivas, precisavam de uma mulher tipo vedete. Cismaram que eu tinha sido vedete, então me chamaram para fazer. Eu fazia a Kiki Blanche, a dona de um cabeleireiro, e que tinha sido vedete. Eu entrei e agradou. E nunca mais saí", lembrou ela em entrevista ao Memória Globo.
 
"Licença para ser pretensiosa"
 
Conhecida pelo estilo próprio de humor, que passou a ser denominado como "gênero Eva", a atriz atuou em dezenas de novelas, incluindo títulos de Janete Clair como "Coração Alado" (1980) e "Sétimo Sentido" (1982). Ela também fez "Top Model" (1989), de Walther Negrão, uma de suas novelas favoritas, "Suave Veneno" (1999), de Aguinaldo Silva, "Hilda Furacão" (1998), de Gloria Perez. 

Com Gloria Perez, Todor ainda realizou os trabalhos "Caminho das Índias", "América" e seu último papel na televisão em "Salve Jorge". Ao site Memória Globo, ela fez a seguinte reflexão: "Minha vida foi tranquila, limpa, muito transparente em todos os sentidos. Peço licença para ser pretensiosa, mas podem verificar, podem pesquisar, e vão saber que estou falando a verdade".
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário