WEB - MIX SV

EM DESTAQUE

BNDES destina R$ 100 mi para construção de cisternas no Semiárido


O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a destinação de mais R$ 100 milhões para a instalação de 6,8 mil cisternas de segunda água, que captam e armazenam água da chuva para ser usada na irrigação de plantações e na criação de animais. Desde que o programa foi iniciado, em 2013, já foram liberados R$ 271 milhões, que apoiaram 25 mil famílias rurais de baixa renda do semiárido brasileiro. Mas a demanda ainda é grande, cerca de 400 mil delas estão na fila pelo benefício.

A ASA faz um levantamento permanente das áreas mais necessitadas e das famílias aptas a receber as cisternas no Semiárido, região que abrange os estados de Alagoas, da Bahia, do Ceará, de Minas Gerais, da Paraíba, de Pernambuco, do Piauí, do Rio Grande do Norte e de Sergipe. São ao todo 1.135 municípios, onde vivem cerca de 23,8 milhões de brasileiros, sendo 8,5 milhões na área rural. As cisternas de segunda água captam e armazenam água da chuva para ser usada na irrigação de plantações e na criação de animais. 

Os destinatários são famílias rurais de baixa renda atingidas pela seca ou pela falta regular de água no Semiárido. Desde 2013, o BNDES apoiou, com recursos não reembolsáveis, 25 mil cisternas de segunda água, utilizando R$ 271 milhões do Fundo Social. De acordo com a ASA, 70,3% dos beneficiários das cisternas de segunda água são mulheres; 86,4% recebem o Bolsa Família; 80,7% estão localizados em comunidades rurais; 20,3% têm ensino fundamental até a 4ª série e 14,7% são analfabetos. A atividade principal da maior parte desses agricultores é a produção de hortifrutigranjeiros.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário