WEB - MIX SV

EM DESTAQUE - CDS QUE NÃO PODE FALTAR EM SEU PEN DRIVE

Geraldo Melo deixa o PMDB


O ex-senador Geraldo Melo anunciou, na noite desta quinta-feira (18), que decidiu sair do MDB.   Ele disse não haver crises ou atritos, mas tomou a decisão após constatar que a participação política que pretende ter não interessa ao MDB. Geraldo Melo afirma que vai participar do movimento de mudança. Geraldo Melo disse que não deixa a sigla para, necessariamente, ser candidato, mas cogita concorrer nas eleições do próximo ano. “Como cidadão brasileiro, tenho o forte desejo de participar do movimento que a sociedade desencadeou para mudar a política e o nosso pais. Para isso, posso até vir a ser candidato, se uma candidatura minha puder ser instrumento dessa luta transformadora”, afirmou.



Geraldo Melo anunciou a decisão, após falar com o presidente estadual do MDB, senador Garibaldi Filho. “Recebi hoje a visita de Garibaldi – que chegou quando a carta que lhe dirigi solicitando o meu desligamento já estava pronta e prestes a lhe ser entregue. Tivemos uma conversa amena, como devem ser as conversas entre amigos. Mas ficou claro que nem a minha participação interessa ao MDB e nem o MDB é a trincheira partidária onde possa abrigar-se o tipo de luta de que desejo participar. Melhor sair”, destacou Geraldo Melo.

Na carta que entregou à presidência estadual do MDB, ele comentou que após colocar o nome à disposição para concorrer ao Senado, não recebeu atenção do partido.  “Não apresentei o assunto como questão fechada e nem formulei qualquer tipo de exigência”, assegurou. “Naquela ocasião, fiz apenas um pedido: precisava saber, até o final de 2017, que papel o PMDB desejava que eu desempenhasse nas eleições de 2018”.

Ele disse que não houve uma conversa sobre o assunto, com o presidente da legenda, no tempo devido. “Não vou fazer críticas, queixas ou reclamações neste momento. Quero apenas agradecer a atenção que, ao longo de muitos anos, recebi do caro amigo e de tantos outros queridos companheiros de memoráveis lutas”, acrescentou o ex-senador e ex-governador Geraldo Melo.

“Como não sou político profissional, não me estou lançando candidato a nada. Em 2018 quero apenas dar a minha pequena contribuição para que a indignação que tomou conta da alma brasileira, inspire e ilumine o futuro do Brasil e do Rio Grande do Norte”, garantiu. Geraldo Melo foi eleito governador pelo PMDB em 1986. Em 1993, rompeu com o partido para aderir ao PSDB. Antes de retornar ao MDB, ainda teve uma passagem pelo PPS. Atualmente, Geraldo Melo estava com presidente de honra do partido.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário