WEB - MIX SV

EM DESTAQUE

Barragem das Traíras: não existe risco de ruptura, diz engenheiro


GL - No auge da sua vida, aos 24 anos, a Barragem Passagem das Traíras (foto da última vez que sangrou), não teve atenção merecida dos governantes. A conclusão é do engenheiro agrônomo, articulador do Seapac e 2o Secretário do CBH-PPA, Procópio de Lucena.

Procópio reconheceu que existem muitas anomalias, decomposição do concreto, rachaduras e fissuras do lado da água e que isso é facilmente identificado por análise visual. A ANA fez um estudo do problema e apresentou ao governo do RN e tudo esbarrou aí, porque a única coisa que o governo fez foi um termo de referência para a contratação de uma empresa de consultoria e não contratou. 

Alegação? Falta de orçamento. É que o custo desse estudo é de 800 mil reais.

Ou seja, sem estudo, não há projeto de recuperação da parede. E só lembrando: ela saiu de normal, veio pro estado de atenção e está em estado de alerta. Se o governo não agir, a jovem barragem migrará para o estado de emergência que é quando se identifica o risco de ruptura.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário