WEB - MIX SV

EM DESTAQUE - CDS QUE NÃO PODE FALTAR EM SEU PEN DRIVE

Governador confirma realização de concurso para Polícia Civil ainda esse ano

Integrantes da Associação de Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN) estiveram reunidos hoje com o governador Robinson Faria, na sede da Governadoria. Na ocasião os delegados ouviram de representantes do Governo que o concurso público para a Polícia Civil está nos últimos acertos e acontecerá ainda este ano. A reunião foi intermediada pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Expedito Ferreira e pelo deputado estadual Raimundo Fernandes. Estiveram também presentes o Sindicato dos Policiais Civis e a Associação dos Escrivães.

No próximo dia 25, o processo administrativo que trata do concurso completa três anos, e a ausência de efetivo nas delegacias tem causados prejuízos irreparáveis à Segurança Pública. Após mais uma cobrança das entidades, o subsecretário de administração, Webert Moura, pediu um prazo de 70 dias para o anúncio do certame. “Ele disse que o processo se encontra em fase final e que a empresa organizadora do concurso já foi eleita”, contou a presidente da Adepol/RN, delegada Paoulla Maués, que participou da reunião. Ainda segundo Moura, está faltando um parecer da Procuradoria do Estado para a liberação da elaboração do edital.

No encontro ficou decidido também que serão cumpridas as sentenças judiciais que determinam a devida indenização aos policiais que acumulam delegacias. A ADEPOL ressaltou que a sobrecarga de trabalho tem uma influência direta nos afastamentos dos policiais por motivos de saúde física e psicológica, o que, por sua vez, reflete na diminuição da produtividade, insatisfação profissional, baixa autoestima e prejuízo no atendimento público. “Nós temos certeza que esta medida motivará os policiais civis que, em razão da deficiência de efetivo, acabam se responsabilizando atualmente por cinco a dez cidades”, afirmou a delegada Paoulla.

Um outro assunto tratado hoje foi a cessão do prédio doado pelo TJRN ao estado, em Mossoró, para que funcionem nele as delegacias da capital do Oeste. Na ocasião, o governo do estado comprometeu-se em dialogar com a UERN, instituição para a qual prometeu ceder o prédio inicialmente, a fim de encontrar uma solução. A Adepol/RN agradece o apoio do Tribunal de Justiça e da Assembleia Legislativa para a realização da audiência, e ainda ao Governo do Estado por ter recebido e atendido os pleitos da entidade em prol da segurança pública. A entidade ressalta que investir na Polícia Civil é combater a criminalidade de uma forma inteligente e com menor possibilidade de danos para a sociedade, como confrontos e mortes.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário