WEB - MIX SV

EM DESTAQUE - CDS QUE NÃO PODE FALTAR EM SEU PEN DRIVE

“Instagram secreto” para fotos íntimas vira febre no Brasil; veja

Imagem relacionadaTechtudo - Finstagram, o Fake Instagram (ou Instagram falso, em português) é uma nova forma de os jovens se comunicarem na rede social, com o uso de imagens autênticas e longe do controle dos adultos. Também conhecido no Brasil pela abreviação “priv” no nome de usuário, os perfis privados são usados para publicar fotos constrangedoras, engraçadas e totalmente sem filtros. 

No entanto, também há comportamentos ilegais em alguns casos. Apenas pessoas autorizadas pelo dono da conta podem ver as publicações, o que demonstra confiança e segurança em relação a julgamentos, prints da tela e divulgação dos posts fora da plataforma. Veja, a seguir, perguntas e respostas sobre as contas que fogem dos olhares críticos das famílias e são o oposto às “fotos perfeitas” com poses, cenários e imagens bem editadas, que são maioria no Instagram. Descubra o que é o Finstagram, por quais motivos os perfis privados são criados e como montar a sua conta “fake”.

O que significa Finstagram?

Finstagram significa Fake Instagram, ou Instagram falso, em português. Apesar de ter fotos verdadeiras do dono da conta, o termo é utilizado para indicar que é um perfil alternativo e secreto, diferente do Rinstagram (Real Instagram), considerado a página oficial do usuário. Nesta, o usuário se apresenta como deseja que o público em geral o veja.

O que é um Finstagram?

O Finstagram é uma forma de os usuários mais jovens fugirem dos olhares críticos de seguidores com quem não têm intimidade, ou também dos adultos, principalmente familiares. Alguns influenciadores digitais também usam as contas alternativas para uso mais íntimo, enquanto seu Instagram oficial fica aberto e é planejado para angariar cada vez mais seguidores. Configuradas como privadas, as contas “fake” são utilizadas para publicar imagens divertidas ou embaraçosas, como uma selfie que não saiu perfeita ou em uma pose estranha. Normalmente, os posts são feitos com a popular hashtag #nofilter, com fotos postadas exatamente como foram capturadas, sem utilizar filtros ou outro tipo de edição. A conta fake é um espaço usado para fazer comentários pessoais, piadas internas e até mesmo, postar screenshots secretos — ou detalhes que os pais não gostariam de ver no feed. Nos Stories, pedidos de opiniões sobre roupas e maquiagens também são comuns.
No Brasil, maioria dos perfis são indicados pela abreviação “priv” (Foto: Reprodução/Isabela Giantomaso).

Para manter a privacidade e evitar que as fotos sejam alvos de prints e saiam do Instagram, os responsáveis por um “Finsta” costumam aceitar apenas amigos de confiança. Para outras pessoas, a maioria indica na bio, que é descrição do perfil, única parte visível ao público, o nome de usuário principal, normalmente configurado como uma conta pública e liberado para qualquer seguidor. As meninas adolescentes representam a maior parte de quem cria o Instagram secundário, de acordo com informações do jornal britânico The Guardian e dos portais Digital Trends e Today. No entanto, garotos também podem ser encontrados com as contas “priv” — que além da abreviação acompanham ainda algum apelido engraçado ou nome que dificulte as buscas para pessoas que não são bem-vindas no perfil.

Semelhante ao o que acontece em outras redes sociais, como o Facebook, assim que os adultos começam a utilizar a plataforma a tendência é que os jovens migrem para outros aplicativos para manterem sua privacidade online. No caso do Instagram, os adolescentes não deixaram o app, apenas repensaram a forma de utilizá-lo sem perder as ferramentas, como os Stories, transmissões ao vivo, enquetes e Boomerangs. Além disso, os perfis “Finsta”, ou “priv”, promovem o compartilhamento de imagens de maneira mais rápida, sem passar por uma espécie de curadoria de conteúdo, em que usuários costumam analisar os filtros, o horário de publicação e a legenda ideal. 

A conta secundária também pode ser uma alternativa para quem quer fugir de curiosos e críticos sobre o padrão de beleza criado para a rede social — sem abandonar um perfil aberto para expor fotos e vídeos publicamente.

Como criar um Finstagram?

A criação de um Finstagram segue exatamente a configuração para um perfil fechado. Basta clicar no menu de Opções, indicado por três pontos no canto superior direito da página do seu perfil, e deslizar até “Conta privada”.
Perfil privado faz com que novos seguidores passem por avaliação do dono da conta (Foto: Melissa Cruz / TechTudo).

Os usuários que já seguem a conta permanecem como seguidores. No entanto, a partir da mudança, qualquer um que queira começar a acompanhar os posts deverá aguardar a aprovação feita pelo dono do perfil. Com a conta privada, apenas os seguidores autorizados podem visualizar as imagens publicadas. Além disso, é possível retirar um seguidor quando quiser e desativar a opção de aparecer nas “sugestões para seguir” de outros usuários. Caso queira administrar duas contas ao mesmo tempo é preciso adicionar o perfil secundário. Dessa forma, clique no nome de usuário, no topo da tela na página principal, e vá em “+ Adicionar Conta”. Na aba há a opção de criar um novo perfil, entrar com uma nova conta ou utilizar o Facebook, logado no smartphone.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário