WEB - MIX SV

EM DESTAQUE

Boatos nas redes sociais teriam causado chacina em Nísia Floresta, dizem familiares

No local da chacina, ainda é possível observar marcas de sangue pelo chão
Tribuna do Norte - As famílias dos cinco jovens assassinados em Nísia Floresta, na região metropolitana de Natal, acreditam que os homens foram assassinados na noite deste sábado (21), por causa de supostos boatos espalhados em uma rede social de que estariam cometendo assaltos na cidade. Uma sexta vítima foi levada ao Hospital Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, em estado estado de saúde grave. O homem está no centro cirúrgico. Na mensagem, veiculada na sexta-feira, 20, aparece um texto seguido das fotos dos rapazes. Dos que aparecem nas imagens, três foram assassinados na chacina do sábado. “Segundo populares de Nísia Floresta, esses indivíduos são acusados de vários delitos na comunidade e muitos deles já foram reconhecidos por várias vítimas”, diz a mensagem que circulou em diversos grupos de Whatsapp, como mostrou uma das irmãs de uma das vítimas à TRIBUNA DO NORTE.

Ao contrário do que está escrito nas mensagens, as famílias dos jovens, em unanimidade, negam que eles tenham envolvimento com crimes. Todos entre 16 e 33 anos de idade, os cinco rapazes nasceram e foram criados em Nísia Floresta. A mãe de um dos adolescentes, que pediu para não ser identificada por medo de retaliação, estava consternada com o crime na manhã deste domingo (22). “Todas as noites eu estabelecia um horário para ele voltar para casa, e ele obedecia. Era um bom filho, bom neto e irmão”, disse a mulher, relatando que essa seria a primeira vez em que iria ao Itep (para reconhecer o corpo do filho).

De acordo com a Polícia Militar, os rapazes foram assassinados com disparos de arma de fogo na cabeça. O sargento Josemir de Salles, comandante da Polícia Militar de Nísia Floresta, disse que recebeu um chamado do Copon para ir até o local do crime por volta das 20h. Quando chegou lá, cinco pessoas estavam mortas. O local em que os rapazes morreram fica há menos de 300 metros da Delegacia de Polícia Civil e da Companhia de Polícia Militar da cidade. De acordo com o sargento, ao chegar ao local a única informação dada por testemunhas foi de que o carro era preto e as armas foram apontadas para a cabeça dos jovens. De acordo com a Polícia Militar, eles estavam na calçada de uma casa verde com alpendre, quando foram surpreendidos por pessoas em um carro preto, que mandaram os seis rapazes deitarem no chão para serem assassinados. 

De acordo com informações disponibilizadas no registro de óbitos do Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep/RN), as vítimas da chacina em Nísia Floresta eram adolescentes e jovens adultos. Entre os que morreram no local, o mais novo tinha 16 anos, seguido de mais um adolescente de 17 anos. Outra vítima tinha 18 anos e os dois mais velhos, 20 e 33 anos de idade, respectivamente. As vítimas não tinham passagem pela polícia, segundo informou a PM.

Conforme informações do Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep/RN), outros três homicídios foram registrados em Natal e região metropolitana na noite deste sábado, 21, e madrugada deste domingo, 22. Um duplo assassinato ocorreu na Rua Santo Elias, no Conjunto Pajuçara, zona Norte da capital, na noite do sábado. As vítimas foram dois homens com 19 e 21 anos de idade. Na madrugada deste domingo, em Macaíba, um homem de 25 anos foi assassinado dentro de uma casa na Travessa Frei Damião, no Bairro Campos das Mangueiras.
Compartilhe com Google Plus

About Canindé Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário